(11) 2222-1085
contato@gruporeciclabr.com.br

Zinco

Em 1746, quando foi descoberto pelo alemão Andreas Marggraf, o zinco já tinha sido notado como um protetor do aço. Tanto que foi bastante utilizado ao longo dos séculos – sabe-se que aproximadamente no ano 1.000 a.C. já existiam objetos à base do metal espalhados pelo mundo. Está presente naturalmente nas rochas, no solo, na água e no ar, e é essencial para a saúde e bem-estar de seres humanos, animais e vegetais.

Por meio do processo da galvanização a quente (anticorrosão), que é o processo em que o aço é colocado em um banho de zinco, ele torna-se protetor deste metal e o torna mais resistente.

Sendo um material muito versátil, o elemento desempenha um papel-chave em muitas aplicações industriais e de produto. Uma de suas principais utilizações é como de forma proteger o aço contra a corrosão, tornando-o mais durável, o que também significa menos custos e menor impacto ambiental, decorrentes de sua manutenção. No final da sua vida útil, os produtos que contêm zinco também podem ser reciclados, e o seu teor pode ser recuperado sem perda de propriedades ou qualidade.

Estas características inerentes - natural, essencial, durável, reciclável - faz dele um material desejável para várias aplicações, presente no cotidiano das pessoas das mais diversas maneiras, como em transportes, infraestrutura, produtos de consumo e produção de alimentos, saúde humana e animal. Por causa da sua durabilidade e por ser 100% reciclável, pode ajudar a salvar os recursos naturais e melhorar o desempenho de sustentabilidade.

No mundo inteiro, mais de 11 milhões de toneladas de zinco são produzidas anualmente.

Cerca de 50% desse montante é usado para galvanização, a fim de proteger o aço contra a corrosão. Cerca de 17% são utilizados para a produção de bronze e 17% vai para a produção de ligas à base de zinco, principalmente para uso na indústria de fundição de molde.

Quantidades significativas também são utilizadas para compostos como o óxido de zinco e sulfato de zinco e aplicações de folhas de zinco, inclusive telhados, calhas e tubulações terrestres.

Estes fornecedores de primeiro uso, então, convertem o zinco em uma ampla gama de produtos.